twitter


Quarto livro da série Millennium pode permanecer perdido por briga de herdeiros

Eva Gabrielsson, viúva do escritor Stieg Larsson, autor da popular trilogia literária “Millennium”, que está ganhando adaptação americana do diretor David Fincher (“A Rede Social”), anunciou que possui mais de 200 páginas inéditas de um desconhecido quarto volume da série.
A série de livros foi interrompida pela morte repentina do autor, vítima de um ataque cardíaco fulminante em 2004, antes da publicação do primeiro volume, “Os Homens que Não Amavam as Mulheres”. Os livros se tornaram um grande sucesso mundial, ganharam adaptações cinematográficas na Suécia e chamaram a atenção de Hollywood, gerando uma fortuna em direitos autorais para os herdeiros do escritor.
Apesar de ter vivido com Larsson por 32 anos, Eva não era casada legalmente com o autor e, assim, pelas leis da Suécia, não teve direito a receber nada. O escritor não deixou testamento e o casal não teve filhos. Por isso, todos os direitos dos livros pertencem agora ao pai e ao irmão do autor.
A viúva explicou que Larsson chegou a escrever mais de 200 páginas do quarto livro em um computador pessoal, antes de sua morte precoce, e disse que sabe como a história termina. “Posso terminar. Stieg e eu frequentemente escrevíamos juntos”, ela afirmou. No entanto, Eva diz que só tentará retomar a história se usufruir dos direitos totais sobre ela.
Ela já recusou uma proposta da família de Larsson, que lhe ofereceu 2,1 milhões de euros (US$ 2,75 milhões) e um lugar no conselho executivo da companhia que administra os direitos do escritor.
Em seu livro de memórias “Millennium, Stieg and Me”, que será lançado na quarta-feira em vários países da Europa, Eva contou um pouco o que acontece no último e inédito capítulo da franquia. “Lisbeth se liberta aos poucos de seus fantasmas e inimigos”.

1 comentários:

  1. Eae, beleza?? Tem um selo pra vce no meu blog!! Olha lá: www.overshock.blogspot.com

Postar um comentário