twitter


Livro Recomendado::::::::::::::::::::::::
As Crônicas de Nárnia
Editora: Martins Fontes
Autor: C.S LEWIS
Origem: Nacional
Ano: 2009
Edição: 2
Número de Páginas: 792
Acabamento: Brochura
Formato: Médio

         O primeiro contato que eu tive com As Crônicas de Nárnia foi através do filme O leão, A feiticeira, e o Guarda-roupa, baseado no livro omônimo de C.S LEWIS, um dos sete livros que compõem toda a história de Nánia. Realmente um filme singelo - e por que não dizer infantil?
           Classificado na categoria juvenil, o livro As Crônicas de Nánia, possui uma narrativa, dinâmica e encantadora. A simplicidade da linguagem torna o livro acessível a indivíduos dos mais variados graus de instrução, e é a tal ponto viciante que é bem provável que você queira consumir seu conteúdo de uma só vez. É leitura para todas as idades.
           Embora gire em torno da história de uma terra fantasiosa e de quatro crianças e adolescentes - e talvez por isso mesmo cause regeição em alguns leitores- devo ressaltar a maneira como Lewis conduz sua história. A leitores menos experientes pode parecer apenas um conjunto de crônicas de uma terra encantada qualquer, mas o que vemos, na verdade, é a transmissão de valores morais através da descrição cronológica da dinâmica histórica do mundo sob a concepção cristã. Partindo dessa perspectiva, o Leão de Nárnia torna-se o símbola mais evidente.
Na gênese daquele mundo, e nos seus anos primevos, o leão (símbolo de Cristo, o Leão da Tribo de Judá) é uma personagem real, paupável e atuante; porém, sua estada física naquela terra não é constante. Chegando à Idade Média narniana, o Leão torna-se uma lenda para parte do povo, e paupável apenas pela fé em sua existência enraizada no inconsciente coletivo da população. Por sua vez, na Nárnia do "Fim dos Tempos" a dúvida já está disseminada, a existência do Felino, para a maioria do povo, não passa de um mito (é a apostasia da fé, tão largamente anunciada na Bíblia como característica inexorável do "Fim"). Então chegamos ao ápice escatológico daquela terra: o retorno do Leão (alusão à segunda vinda de Cristo), através da qual é concretizada a renovação de Nárnia e o resgate definitivo e súbito(simbolizando o arrebatamento da Igreja) de três dos quatro irmãos - um deles não participa desse derradeiro encontro com o Leão por estar excessivamente envolvido com seus próprios assuntos terrenos (Lembre-se da parábola das dez virgens néscias e das dez virgens prudentes, narrada por Jesus).
         Por fim, lido sob a ótica cristã ou de uma uma forma, digamos, mais relaxada, é uma leitura imprescindível a todas as idades. Merecidamente é um livro cinco estrelas, tais como aquelas dadas a ele na avaliação no site de compras Submarino.


0 comentários:

Postar um comentário